Honda C-100
Dream
   
Honda CBX 250
Twister
     
 Motos Raras
& Clássicas
Sundown Hunter 90 Sundown STX
Motard
Yamaha Ténéré 250
     Mapa do site

Bookmark and Share

English

Honda CB 400, 1980 1ª série - grandes viagens

Na minha opinião foi a melhor moto que tive ou que tenha pilotado até hoje - fora a Honda C-100 Dream pela qual eu definitivamente me apaixonei - tanto no tocante ao conforto ao dirigir, ao desempenho e à confiabilidade. Com ela rodei durante nove anos e meio, e a vendi com 65.000 km em estado de 0 km e com o equipamento que a equipava e a tornava única no Brasil (conjunto de bolsa laterais Krauser alemãs e bolsa de tanque italiana, paralama dianteiro personalizado para viagens em época de chuva, e outros pequenos detalhes que a tornavam única).

Retorno de uma viagem ao sul do Brasil em Janeiro de 1984. Posto Floresta, BR 153 entrada para Piracanjuba - GO.

Retorno de uma viagem ao sul do Brasil em Janeiro de 1984. Posto Floresta, BR 153 entrada para Piracanjuba - GO.

Honda CB 400 proporcionou-me ótimos momentos ao longo da década de 1980, abaixo estão algumas fotos de ocasiões especiais nas quais a CB 400 foi a "estrela":

Ao clicar em cada foto, você a verá em tamanho maior numa outra janela.

Voltando de Brasília - D.F. para Goiânia - GO, em Set/80. Defronte à lanchonete Jerivá. Da esquerda para a direita: Tiãozinho, Mauro, Orlando, eu e Mauro Vieira. Completam a cena: a minha CB 400 e a Turuna do Mauro Vieira. Eu à direita com minha CB 400, Mauro Vieira ao centro com sua Honda Turuna 125 cc, e Adailton à esquerda com sua CB 400. Área detrás dos boxes do Autódromo Internacional de Goiânia em Setembro/80. A minha CB 400 e a do amigo Ronaldo Santos (de Brasília - D.F.) ladeando a Honda Turuna do Mauro, em Natal - RN em Janeiro/81. Ao fundo vê-se as dunas de areia branca da Ponta Negra. Sessão de fotos na BR 101, no Espírito Santo, quando de nosso roteiro Coração do Brasil (pelo Nordeste brasileiro) no final de 1980. Mauro e eu (de macacão amarelo). Foto tirado por Ronaldo (proprietário da CB 400 prata). Theresa e a CB 400 defronte a uma lanchonete no interior de Minas Gerais, quando de nossa volta do sul do Brasil em Janeiro/84. Encontro casual com o primo Irom e família. Posto Floresta, BR-153, entrada para Piracanjuba-GO, no final de Janeiro de 1984. Nós estávamos retornando do sul do Brasil.

Legendas das fotos, a partir da esquerda:

  1. Voltando de Brasília - D.F. para Goiânia - GO, em Setembro de 1980.  Defronte à lanchonete Jerivá.  Da esquerda para a direita:  Tiãozinho, Mauro, Orlando, eu e Mauro Vieira.  Completam a cena: a minha CB 400 e a Turuna do Mauro Vieira.
  2. Eu à direita com minha CB 400, Mauro Vieira ao centro com sua Honda Turuna 125 cc, e Adailton à esquerda com sua CB 400.  Área detrás dos boxes do Autódromo Internacional de Goiânia em Setembro de 1980.
  3. A minha CB 400  e a do amigo Ronaldo Santos (de Brasília - D.F.) ladeando a Honda Turuna do Mauro, em Natal - RN em Janeiro de 1981.  Ao fundo vê-se as dunas de areia branca da Ponta Negra.
  4. Sessão de fotos na BR 101, no Espírito Santo, quando de nosso roteiro Coração do Brasil (pelo Nordeste brasileiro) no final de 1980 e início de 1981.  Mauro e eu (de macacão amarelo).  Foto tirado por Ronaldo (proprietário da CB 400 prata).
  5. Theresa e a CB 400 defronte a uma lanchonete no interior de Minas Gerais, quando de nossa volta do sul do Brasil em Janeiro de 1984.
  6. Encontro casual com o primo Irom Saddi e família.  Posto Floresta, BR-153, entrada para Piracanjuba-GO, no final de Janeiro de 1984.  Nós estávamos retornando do sul do Brasil.

Três grandes viagens feitas com a Honda CB 400 merecem destaque:
Descanso após o almoço na represa de Três Marias - MG. Primeiro trecho do circuito "coração do Brasil".
Chegada à divisa do Espírito Santo. Deixando Minas Gerais para trás.
Descanso após o almoço na represa de Três Marias - MG.  Primeiro trecho do circuito "coração do Brasil".                            Chegada à divisa do Espírito Santo. Deixando Minas Gerais para trás.
Este foi um roteiro percorrido em quatro regiões brasileiras (Centro-Oeste, Sudeste, Nordeste e Norte); durante esta viagem terminei o amaciamento do motor da minha Honda CB 400, que havia sido adquirida em Maio de 1980. Eu tenho consciência de que eu e meus amigos fazemos parte do grupo de motociclistas que foram os precursores das grandes viagens de moto no território brasileiro.

Divisa de estados: Espírito Santo e Bahia.
Parada no interior da Bahia. Havíamos pegado um trecho com chuva, veja nos detalhes da roupa de chuva e nas bagagens.
Divisa de estados: Espírito Santo e Bahia.                    Parada no interior da Bahia. Havíamos pegado um trecho com chuva, veja nos detalhes da roupa de chuva e nas bagagens.
À esquerda José Raimundo (Dedé) - proprietário da revenda Honda Moto Pop, nosso anfitrião em Aracaju - SE. Nos ofereceu um almoço no Iate Clube de Aracaju.
Chegando ao Estado de Sergipe.
À esquerda José Raimundo (Dedé) - proprietário da revenda Honda Moto Pop, nosso anfitrião em Aracaju - SE. Nos ofereceu um almoço no Iate Clube de Aracaju.        Chegando ao Estado de Sergipe.

Cartão de visitas de nosso amigo Dedé.

Entrando no estado de Alagoas. Maceió a 295 km de distância.

Entrando no estado de Alagoas. Maceió a 295 km de distância.

Desfrutando da sombra dos coqueiros em Maceió - AL.
Entrando no Estado da Paraíba. João Pessoa logo adiante...

Desfrutando da sombra dos coqueiros em Maceió - AL.                Entrando no Estado da Paraíba. João Pessoa logo adiante...

Continua...