Honda C-100
Dream
   
Honda CBX 250
Twister
     
 Motos Raras
& Clássicas
Sundown Hunter 90 Sundown STX
Motard
Yamaha Ténéré 250
     Mapa do site

Bookmark and Share

English

Um dia em quatro tempos:

O amanhecer do dia 14/04/2001, às 06:30 hs, momentos antes do sol nascer.

O amanhecer do dia 14/04/2001, às 06:30 hs, momentos antes do sol nascer.

1º tempo: Alvorecer nas proximidades do Autódromo Internacional de Goiânia, no dia 14/04/2001.  Início de uma rápida viagem a Caldas Novas (ida ao barbeiro para fazer cabelo e barba).

Fazendo pose defronte a lanchonete do posto de gasolina em Cristianópolis-GO.

Fazendo pose defronte a lanchonete do posto de gasolina em Cristianópolis-GO.

2º tempo: Parada "técnica" em Cristianópolis-GO, no posto de gasolina Entre Trêvos, para reabastecimento.  Eu e a Dream.

Eu, Tonico e a Dream.  Tonico (Antonio Rabelo Sobrinho) é o melhor barbeiro de Caldas Novas.

Eu, Tonico e a Dream. Tonico (Antonio Rabelo Sobrinho) é o melhor barbeiro de Caldas Novas.

3º tempo: Na porta de Ellus Cabelereiros, com o nosso amigo Tonico.  De quinze em quinze dias cumprimos nossa "rotina": saímos de Goiânia bem cedo, rodamos 162 km até Caldas Novas - GO, fazemos a barba (e cabelo quando é o caso) e voltamos a seguir os 162 km para Goiânia.

A Dream na calçada do relógio das flores.  Próximo ao Flamboyant Shopping Center.

A Dream na calçada do relógio das flores. Próximo ao Flamboyant Shopping Center.

4º tempo: De volta a Goiânia-GO, a Dream em cima da calçada próximo ao relógio das flores.  Vejam as horas - 13:40 hs. - estamos acabando de chegar de Caldas Novas - GO (em 14/04/2001).  Esta pequena viagem de aproximadamente 330 km é o nosso "treino" para não perder a prática.


No dia 30/04/2001 repetimos o nosso roteiro tradicional: Goiânia - Caldas Novas - Goiânia.

Na porta do Posto Policial Rodoviário de Caldas Novas. Eu, a Dream e uma Honda CB 450 cc da PM Rodoviária.

Parada no Posto da Polícia Militar Rodoviária.

Próximo ao portão lateral do CTC, em Caldas Novas - GO.  A árvore florida é uma barriguda (paineira).

A paineira florida enfeita o visual de uma manhã de final de abril/2001.


A seguir veja a Dream ao completar 40.000 kms. rodados (final de Maio/2001).  De todas as motos que já tive, e que rodei tal quilometragem, a C-100 Dream é a que menos se desgastou, embora seja a que mais enfrentou estradas (de terra e asfaltadas - com a Yamaha YF5 rodei 45.000 kms e com a Honda CB 400 rodei 65.000 kms).  Com isto confirmei a minha opinião sobre este modelo da Honda - é um clássico; a mais perfeita, harmoniosa, durável e a de  manutenção mais barata que já vi até hoje, visto que é uma moto que exige pouquissima manutenção.

(Clique nas fotos para ampliá-las)

A Dream vista de frente, completamente original. O amigo Odilon completando a água da bateria. A Dream com o banco levantado, vista do tanque de gasolina.  Detalhes que a tornam o modelo mais perfeito já produzido pela Honda.  Esta é minha opinião pessoal !

A Dream vista de frente, completamente original.    O amigo Odilon completando a água da bateria.    A Dream com o banco levantado, vista do tanque de gasolina. Detalhes que a tornam o modelo mais perfeito já produzido pela Honda. Esta é minha opinião pessoal !

Minhas principais observações realizadas nestes 40.000 kms. rodados com a C-100 Dream:

2  3