Honda C-100
Dream
   
Honda CBX 250
Twister
     
 Motos Raras
& Clássicas
Sundown Hunter 90 Sundown STX
Motard
Yamaha Ténéré 250
     Mapa do site

Bookmark and Share

English

A motocicleta substituindo o cavalo e a bicicleta:

Nestes últimos trinta e dois anos em que tenho vivido intensamente o motociclismo - a partir de 1970 - tenho notado muitos acontecimentos e transformações na cidade, e principalmente no meio rural, no que diz respeito ao uso da motocicleta.

O que antes era feito usando-se o cavalo e posteriormente a bicicleta, agora é comum fazer-se com a utilização da motocicleta como veículo de deslocamento, transporte de cargas, ferramentas e pessoas.

O nosso amigo Manoel Olímpio dos Santos, mais conhecido como Manézinho, é um deles.  Empreiteiro rural, vive e ganha seu dinheiro trabalhando na roçagem de pastos, feitura de cercas de arame, derrubada de cupins, etc. nas fazendas da região de Oloana (Rasga-Saia), distrito de Hidrolândia - GO.  Com sua Honda ML 125cc, 1986, ele se desloca com facilidade de sua casa para as fazendas da região levando suas tralhas e seu companheiro de trabalho, Bitaco.

A partir da esquerda: José Batista de Sousa - Bitaco, Manoel Olímpio dos Santos - Manézinho, eu e um dos vigias da Fazenda Vereda, o rottweiler Hassan. Janeiro de 2002.

A partir da esquerda: José Batista de Sousa - Bitaco, Manoel Olímpio dos Santos - Manézinho, eu e um dos vigias da Fazenda Vereda, o rottweiler Hassan. Janeiro de 2002.

O mesmo acontece com a diarista Silvia; os seus deslocamentos para as fazendas vizinhas para executar o seu trabalho de limpeza, era feito de bicicleta ou mesmo a pé.  Com a compra e uso de sua Honda CG Titan, 1996, Silvia pode deslocar-se com mais rapidez e fazer o seu serviço com muito mais tranquilidade.

Silvia Aparecida Alves Ferreira Moura, sentada em sua Titan 1996.  Ao seu lado sua prima Núbia Alves de Souza.  Fazenda Vereda em Janeiro de 2002.

Silvia Aparecida Alves Ferreira Moura, sentada em sua Titan 1996. Ao seu lado sua prima Núbia Alves de Souza. Fazenda Vereda em Janeiro de 2002.

O aumento do poder aquisitivo daqueles que permaneceram no campo, é algo fácil de ser observado.  Ao invés de se deslocarem para as periferias das grandes cidades, aqueles que permaneceram em suas casas localizadas nos pequenos povoados, viram os serviços básicos alcançá-los (educação e saúde) e sua vida melhorar.   Vários foram aqueles que aproveitaram desta oportunidade para ter maior mobilidade com a compra de uma motocicleta.

Amyr, nosso Webmaster II, num dos pastos da Fazenda Vereda em Janeiro/2002.

Amyr, nosso Webmaster II, num dos pastos da Fazenda Vereda em Janeiro/2002.

Em todas as viagens que temos feito pelas pequenas cidades do interior, e por pequenos povoados, temos notado o aumento do número de motocicletas, na maioria absoluta das vezes motos usadas e de pequena cilindrada (a preferência total é por modelos da marca Honda).  Pretendemos reunir nesta página, outros exemplos deste uso da motocicleta no meio rural, como os acima citados.

Retorna para a página inicial.

Continua em breve...