Honda C-100
Dream
   
Honda CBX 250
Twister
     
 Motos Raras
& Clássicas
Sundown Hunter 90 Sundown STX
Motard
Yamaha Ténéré 250
     Mapa do site

Bookmark and Share

English

As paralelas do tempo:

No ano em que nasci (1951) o motociclismo na Europa e Estados Unidos já estava plenamente consolidado, e no Brasil andava a passos largos.  As duas grandes guerras mundiais já haviam acontecido, e já existiam motocicletas rodando nos quatro cantos do mundo.

Eu, Aslan e a BSA Bantam de seu pai.  A mais perfeita moto antiga já vista por mim até hoje.

Eu, Aslan e a BSA Bantam de seu pai. A mais perfeita moto antiga já vista por mim até hoje.

Máquinas inglesas como a BSA 125 cc - Bantam - fizeram muito sucesso e são ítens disputados pelos colecionadores do mundo inteiro.  Durante o Encontro Nacional dos Motociclistas, em Brasília - D.F., no final de Julho/2002, tivemos a felicidade de encontrarmos a moto mais bem restaurada que já vimos até hoje.  A BSA 125 cc - Bantam - acima é de Luziânia - GO, e pertence ao pai do Aslan, ao nosso lado na foto.  Segundo o proprietário, ele demorou dez anos procurando este modelo de moto no interior de Goiás, e dois anos e meio para restaurá-la.  Só vendo para crer, o grau de detalhamento e originalidade da mesma - na minha opinião: "Hors-Concour".  Seu ano de fabricação é 1951, justamente o ano em que eu nasci.

Eu posando ao lado de uma relíquia: BSA 125 cc - Bantam, ano de fabricação 1951.

Eu posando ao lado de uma relíquia: BSA 125 cc - Bantam, ano de fabricação 1951.

No Japão, na mesma época o Sr. Soichiro Honda com sua visão, tenacidade e força de vontade iniciava um novo capítulo na história do motociclismo mundial.  Ele não mediu esforços para produzir um veículo robusto e barato, acessível à população empobrecida pelo esforço de guerra.  De seu sonho surgiu a Dream. Para firmar sua marca ele trabalhou duro; assim é que ele enviou o piloto japonês Mikio Ohmura (que tinha 21 anos quando veio correr no Brasil) para participar com a R125 em uma prova internacional no Autódromo de Interlagos em 1954. Foi a primeira participação da Honda em uma competição internacional. 

Este é o modelo 1951 da moto que a Honda lançou em 1949, e que se tornou a motocicleta mais fabricada até hoje no mundo inteiro: mais de 30 milhões de unidades produzidas, nas várias versões da Dream.

Este é o modelo 1951 da moto que a Honda lançou em 1949, e que se tornou a motocicleta mais fabricada até hoje no mundo inteiro: mais de 30 milhões de unidades produzidas, nas várias versões da Dream.


O "sonho americano" : No dia 16/02/2003 cheguei nos EUA (em Atlanta).   A falta de perspectiva imediata quanto a oportunidades no Brasil trouxe-me para a terra do tio Sam.  Boa oportunidade para checar de perto o uso que os americanos fazem da motocicleta.  Que decepção!  Quando cheguei em Atlanta, o tempo ainda estava frio.  Demorei uma semana para ver a primeira motocicleta, uma Harley Davidson da policia.  Depois mais alguns dias para ver algumas outras motos (poucas).

O que pude perceber é que aqui não se usa a moto como no Brasil, Europa ou mesmo Austrália.  Senti muita saudade de Goiânia, onde se tem uma das maiores proporções de moto X habitante e de moto X carro do Brasil.  Que saudade da minha Twister!

Retorna para a página inicial

Continua em breve...